0 233

“Enquanto isso, o silêncio se deita com ele. Dorme do lado que é seu da cama. O silêncio se multiplica, se conforma, até te cobrir, até te apagar, até você se desconhecer. Dói muito mais perceber que você se acostumou a aceitar, a chorar mais baixo, a virar paro lado, assentar-se na vida dele, como se também fosse silêncio. Como se fosse pó”

Leia esse texto completo clicando aqui.

SIMILAR ARTICLES

0 307

0 280