Perdão

Perdão

0 772

(você pode ler ouvindo http://migre.me/nA4ZX)

Vai perdoando, a bagunça que deixei, o tempo que tomei, os sonhos que roubei de ti. Vai perdoando, as palavras que deixei de dizer, as impressões que tomei como verdadeiras, os sonhos que não te estimulei a seguir. Vai perdoando, se fui um pai distante, um filho inconstante, um amante insensível, um amigo ausente. Vai perdoando, se fui impaciente, se não escutei verdadeiramente o que vinha de ti.

Vai perdoando, minha falta de modos, meus olhos que julgam, meu medo que fere, minha pressa que atropela, minha verdade que dói. Vai perdoando, minha falta de zelo, minhas mãos que por vezes esquentam demais as suas. Vai perdoando, quando não entendi que tudo o que você precisava era colo, sossego e se demorar um pouco mais em mim. Vai perdoando, minha afronta gratuita, meus conselhos perversos de quem teme a tudo que se move no mundo. Vai perdoando, se falei sem pensar, se pensei demais, se te fiz esperar, vai perdoando se eu nunca vir a chegar.

Vai perdoando, meu desleixo romântico, meu despeito egoísta, minha infantilidade, meus desejos fúteis. Vai perdoando, minha incoerência, minhas interrupções abruptas, minha forma estúpida de pedir espaço. Incoerente que sou, perdoa também os espaços, por tantas e tantas vezes, claustrofóbicos do meu amor. Vai perdoando, meus sumiços furtivos, minhas aparições sem justificativa. Minhas dívidas, minhas cobranças abusivas, perdoa se eu nem sempre soube lhe dar perdão.

Diego Engenho Novo


A gente se encontra nas redes sociais : )

https://www.facebook.com/DiegoEngenhoNovo/

twitter: @engenhonovo

snapchat: diegoengenho

instagram: @engenhonovo

youtube.com/diegoengenhonovo

https://plus.google.com/+DiegoEngenhoNovo

SIMILAR ARTICLES

0 418

0 858