Hello Stranger

Hello Stranger

2 594

E depois de tanto tempo você volta. Como quem sempre esteve por aqui, como quem só foi ali na esquina ver o ocorrido do ruído estrondoso, como quem após tanto tempo ouviu meu choro, minha dor, minha prece e decidiu voltar para me acalmar.

Depois de tudo limpo e reposto, depois que me reconstruo você volta como se não fosse sua falta o motivo maior do meu ruir. Quando não mais preciso você me vem com as palavras que há tempos eu tanto precisava.  Talvez você não saiba, mas, as palavras têm prazo de validade.

E então você chega como quem saiu para cuidar do jardim e esqueceu alguma ferramenta, como quem foi ao mercado e deixou a carteira em cima da mesa, justo quando eu finalmente consegui me esquecer de ti, você volta. Você poderia me esmagar com esses olhos, mas prefere fazer com que eu me perca neles. Parece mais divertido.

E agora você procura por mim, reclamando do vazio, quando não estou mais só, você reaparece e a casa agora parece cheia demais. Há pessoas que só voltam momentaneamente para garantir que estaremos sempre à espera delas, como um terreno baldio, onde jamais se construirá nada, nem permitirá também a quem quer morar construir.

Você continua o mesmo, como se nada tivesse mudado, como se eu fosse seu porto à espera, como se o tempo tivesse parado, como se a vida não seguisse adiante. E depois de tanto tempo você volta, sem parecer saber, sem querer notar, que a mulher que você deixou esperando simplesmente não existe mais.

Diego Engenho Novo


Curta a minha página no facebook:

https://www.facebook.com/DiegoEngenhoNovo/

E tem mais

twitter: @engenhonovo

snapchat: diegoengenho

instagram: @engenhonovo

youtube.com/diegoengenhonovo

https://plus.google.com/+DiegoEngenhoNovo

 

 

SIMILAR ARTICLES

0 761

0 306