Dormir Junto

Dormir Junto

7 956

Você podia ficar só mais esta noite. E dividir comigo algo mais íntimo que o beijo, mais íntimo que o desejo, mais íntimo que o silêncio imenso entre duas pessoas que já não se conhecem direito. Você podia ficar só por esta noite e dormir comigo. Este é o estado máximo da entrega mútua. Quem dorme junto encosta a alma na calma do outro.

E eu protegeria suas costas esguias do frio com o som do meu peito. E calçaria os seus pés por trás como quem se conforta em chinelos. Você podia ficar, você podia voltar e nós não precisaríamos dizer um nada. Nem justificar, nem pedir desculpas. Só acalmar o medo um do outro de se perder na noite, de acordar sozinho, de nunca mais nos vermos de novo.

E eu diria coisas miúdas com palavras curtas saltando ao seu ouvido. E eu passaria os meus dedos por entre seus cabelos longos acalmando as ondas bravas dos seus pensamentos. Uma, duas, centenas de vezes, até que você dormisse. Até que você se acostumasse outra vez com a minha presença inquieta, com meus lábios que falam enquanto dormem, com minha cleptomania por cobertas, com minha necessidade infante de você.

E com a ponta do nariz, buscaria o seu cheiro que eu já perdi por aí, através dos anos. E eu continuaria juntando os tantos pedacinhos de você em mim. Como quem restaura um vitral, que mesmo partido em milhões de cores e cacos, jamais deixou de reluzir a fé. Assim também é o amor que te guardo. Quem sabe, dormindo comigo você volta a sonhar com um nós.

Diego Engenho Novo


A gente se encontra nas redes sociais : )

https://www.facebook.com/DiegoEngenhoNovo/

twitter: @engenhonovo

snapchat: diegoengenho

instagram: @engenhonovo

youtube.com/diegoengenhonovo

https://plus.google.com/+DiegoEngenhoNovo

SIMILAR ARTICLES

0 418

0 858