Depois do Fim

Depois do Fim

7 1967

“Um dia, a gente olha para a pessoa que amava e percebe que não tem por ela mais admiração. Morreu o amor”, quem disse isso foi meu amigo e psicólogo Juliano Correa. E ele está certinho da Silva. O amor também morre por fatalidade, morre por preguiça, por falta de tesão ou pelo excesso dele. Morre sem que a gente nem perceba e, às vezes, leva pedacinhos de nós com ele.

Dia desses, um amigo com dor de cotovelo me perguntou – Como que a gente se cura do amor? – Ué, a gente se cura com o tempo, com a raiva, a distância, o esquecimento, a loucura, o trabalho, o cansaço, o sexo e um novo amor – simplifiquei o insimplificável.

O fim de algo que nasceu para ser pra sempre, não é fácil. A gente chora, grita, morre e ressuscita ao terceiro dia, todos os dias. Engorda, emagrece, enche a cara, esvazia gavetas, pinta cabelo, ri e se desespera. Tudo antes do café da manhã. Em uma dessas, ouvi Clarice, minha amiga, disparar – Concentre-se nas coisas chatas da vida! – achei maluquice, mas foi o que me curou, o que me salvou, uma ou duas vezes, e salvaria a Gretchen umas dezoito.

Dobrar as roupas, organizar os livros, plastificar documentos, pendurar quadros; seguir em frente. Por mais que não faça sentido no começo, diante de uma dor mortal, escolher um varal novo para a área de serviço, nos impede de ir à loucura. Lavar a pilha de louça ajuda a enxaguar as idéias e lustrar a nossa autoestima. Limpar os espelhos pode ampliar os espaços, arejar os pensamentos, delivery da dignidade.

É nas coisas chatinhas da vida que começamos a reavaliar nossos valores, nossos sonhos, nossos pontos de vista, que saem naturalmente embaralhados da mistureba deliciosa de se viver a dois. E é com a casa arrumada que preparamos terreno para novas visitas, novas relações ou para nossas tão requisitadas horas só nossas. A escolha é sua, e só sua, daqui pra frente.

Diego Engenho Novo


A gente se encontra nas redes sociais : )

https://www.facebook.com/DiegoEngenhoNovo/

twitter: @engenhonovo

snapchat: diegoengenho

instagram: @engenhonovo

youtube.com/diegoengenhonovo

https://plus.google.com/+DiegoEngenhoNovo

 

SIMILAR ARTICLES

0 199

0 451