Dar Um Tempo

Dar Um Tempo

0 604

A voz dele irrita, as manias dela dão ódio. Vocês não se lembram da última vez que fizeram sexo, e talvez seja melhor mesmo nem lembrar. Os telefones não cumprem seu papel de ligar, nem atender. Ela anda descabelada, ele não cabe mais no jeans que usava no mês passado. Assistir a uma luta de boxe tailandês inspira mais carinho e romantismo do que um almoço entre o casal. As coisas não vão nada bem, e é aí que alguém toma ar suficiente para pedir um tempo. Fim do primeiro round.

Dar um tempo é aprender a andar de bicicleta com rodinhas: a gente quer se machucar o mínimo possível nessa brincadeira de viver; algo quase tão impossível, quanto bobo. Em ambos os casos, é o mesmo equilíbrio fictício que procuramos; inspirados pelo medo de cair, cair na real.

Dar um tempo é subir numa colina e observar a direção que toma a manada de onde você acabou de sair. Dar um tempo é respirar sem a interferência de outra corrente de ar, é não dar muitas respostas, mas acordar muitas vezes na mesma noite ensaiando dormir sozinho. É, antes de tudo, dar um tempo pra si e não exatamente do outro.

Tem quem aproveite seu tempo para ficar consigo, vestir aquela roupa folgada e assistir uma pilha de filmes sem ter que debater com seu ninguém pelos títulos. Há quem coloque uma roupa incrível e vá viver histórias reais, relembrar do antigo gosto dos novos sabores. Mas ao final da noite, todos queriam mesmo algo parecido; ficar quieto e abraçado com alguém para quem não precise dizer muito, só sentir. O nome disso é “intimidade” e anda em falta no Mercado Livre.com.

A gente se afasta para observar se ainda sente falta do outro e, contraditoriamente, se ainda sabe caminhar no próprio ritmo. “Que ele me esqueça, mas não me apague; que me deixe ir, mas não me abandone; que aprenda a viver sem mim, mas não melhor do que comigo”, esta é a oração do dia. Depois de um tempo, a saudade pode ensinar a valorizarmos aquele encrenqueiro por quem nos apaixonamos. Aí é só torcer para que ele não tenha percebido, como o tempo, que prefere seguir sem vocês. 

Diego Engenho Novo


A gente se encontra nas redes sociais : )

https://www.facebook.com/DiegoEngenhoNovo/

twitter: @engenhonovo

snapchat: diegoengenho

instagram: @engenhonovo

youtube.com/diegoengenhonovo

https://plus.google.com/+DiegoEngenhoNovo

 

 

SIMILAR ARTICLES

0 418

0 858