Amigos

Amigos

Hoje abri uma caixa e encontrei uma foto de quase dez anos atrás. E quem foi que disse que ainda não dá para viajar no tempo? Estávamos lá, assistindo ao sol se ajeitar na cama, com os pés ainda descobertos de coberta. Estávamos ali, sentados sobre o rochedo que apelidamos de “O abismo”. Estávamos encarando os nossos próprios precipícios.

Fiquei olhando por uns instantes para os braços do tempo jogados carinhosamente por cima dos nossos ombros. O tempo não foi embora pela manhã, preferiu ficar abraçado, ouvindo nossas histórias. E a gente sabia que era feliz? Sabia, ué. A gente não se cansava de usar essa felicidade descarada como pretexto para sermos ainda mais felizes. Um desbunde, quase ilícito.

A gente se juntou pra ver jogo, que eu detesto, mas que me matava de rir. Eu jamais entendia quem ganhava e quem perdia já que a gente parecia sempre em estado de comemoração. Vai ver que foi a gente que levantou a taça. Mais um brinde, a nós.

A gente se juntou pra ler, pra ver filme e pra dormir antes das histórias terem fim. A gente se juntou pra falar da vida dos outros enquanto cozinhávamos. E enquanto falavam da vida da gente, a gente comia. Comia muito. Nos juntamos pra contar piada descabida, pra reclamar da política, pra sonhar com um bar que sabíamos que jamais teríamos.

Quando fez frio, a gente se juntou. E depois outra vez pra afastar o calor obstinado do verão. A gente se juntou pra beber, cair e levantar. E Deus sabe de todas as vezes que a gente se levantou, rindo das dores do amor ou da falta dele. A gente se juntou e continuamos sentados, lado a lado, porque envelhecer sozinho é muito chato. A gente se juntou e continua a se juntar. O tempo só está dormindo. O tempo é um menino.

Diego Engenho Novo


A gente se encontra nas redes sociais : )

https://www.facebook.com/DiegoEngenhoNovo/

twitter: @engenhonovo

snapchat: diegoengenho

instagram: @engenhonovo

youtube.com/diegoengenhonovo

https://plus.google.com/+DiegoEngenhoNovo

 

 

 

SIMILAR ARTICLES

0 562